Após a divulgação do vídeo onde um cachorro é forçado a entrar na água durante as gravações de quatro vidas de um cachorro, várias campanhas foram criadas por instituições de caridade que defendem os animais para boicotar o filme.

Os produtores afirmam que o cão não foi maltratado, mesmo assim a Amblin Entertainment e Universal Pictures cancelou a pré-estreia e todos os eventos promocionais que aconteceriam neste fim de semana. A ideia é conter os danos causados pelo vídeo, e manter todos os envolvidos com o projeto longe da imprensa até o dia da estreia mundial.

A Amblin Entertainment e Universal Pictures fez uma declaração oficial em apoio ao filme dizendo: “Visto que avaliação da Amblin para o vídeo divulgado ontem ainda está em andamento, a distribuidora Universal Pictures decidiu que no melhor interesse de quatro vidas de um cão, devemos cancelar a estreia e coletiva de imprensa neste fim de semana. Amblin e Universal não querem ofuscar este filme que celebra a relação entre animais e seres humanos”.

O Diretor Lasse Hallstrom expressou preocupação com as imagens no Twitter.

Ate o momento nenhum dos envolvidos no projeto admitiu estar presente no ocorrido, mas todos se mostraram bastante indignados com as imagens.